Economizando com Gêmeos e Múltiplos

Outubro.2015 Por Tati Souza

Ter filhos é um projeto e sonho de muitas pessoas. E sabemos que ter filhos é pesos no orçamento. Quando a surpresa chega com dois, três ou mais filhos de uma vez só os pais se assustam, pois os gastos e custos futuros preocupa, afinal será tudo multiplicado. Economizar quando se tem filhos não é impossível e nem difícil, filhos e economia combinam sim! Os pais precisam ter disciplina e comprometimento com o orçamento doméstico.

Abaixo listei algumas dicas de como economizar com gêmeos e múltiplos:

  1. Prioridades – Antes de comprar qualquer item para os gêmeos se certifique da necessidade de comprar aquele item agora. Dá para esperar? Por exemplo, cadeirão do papá, é um item que pode ser comprado depois do nascimento. Eu por exemplo, optei por dar o papá no carrinho, que já vinha com a bandeja de alimentação. Só depois dos 7/8 meses que comprei as cadeirinhas de alimentação.

  2. Limites – Veja o quanto poderá gastar com seus filhos no mês. Hoje em dia há muitas variedades no mundo do bebê e com isso às vezes nos empolgamos e acabamos passando por cima das prioridades. Estabeleça um limite de valor, reveja as necessidades. O importante: você quer ou você precisa?

  3. Itens Enxoval – Procure comprar ou aceitar itens de desapegos para seus filhos. É aquela roupa usada do filho da amiga que poderá minimizar e muito os custos. Hoje no mundo virtual há muitos brechó e bazares que vendem itens novos e seminovos desde calçados, carrinhos de bebês, e até móveis. Alguns itens vale a pena comprar de desapego, pois são itens que novos ficam muito caros. E, além disso, muitas peças os bebês usarão pouco, perderão rápido. Outra dica é investir nos tamanhos grandes, quando não ficar esquisito, compre roupas um pouco maiores para seus filhos, desta maneira eles usarão a peça por mais tempo. Não caia na cilada de escolher roupas caras por causa da marca. Roupa tem que ser feita com um tecido confortável que não provoque alergia e que sejam bonitas, claro. Há muitas peças baratas e lindas sem ser de marcas muito conhecidas. O enxoval dos bebês você pode montar depois que fizer o chá dos bebês. Assim você consegue filtrar o que falta comprar e completar depois.

  4. Fraldas – Quem faz chá de bebês ganham muitas fraldas, isso já ajudará bastante. As fraldas em atacado pode ser uma excelente opção de compra. Geralmente em lojas de fábrica/atacados de fraldas, a compra é feita por fardos fechados que facilitam e ajudam a minimizar os gastos. E também vale a pena ficar sempre de olho nos sites que vendem fraldas, como o Wal-Mart, Extra, Americanas, entre outros. Outra opção é a compra de fraldas de panos, além de ecológicas, são lindas.

  5. Descontos, promoções – Fiquem sempre de olho nas promoções nos principais sites de bebês. Se possível assinem a newsletter destes sites para sempre estarem por dentro das promoções. Mas lembrem-se da primeira opção que listei aqui, as prioridades devem ser analisadas antes de qualquer coisa. Fique atenta às promoções “leve 3 e pague 2”.

  6. Decoração do quarto – Inicialmente seus bebês irão dormir juntinhos, então se não puder comprar dois berços, compre um só. E depois compre com mais calma um berço para cada. O guarda-roupa e a cômoda podem ser um só. Para decorar um quarto não precisa gastar muito. O simples e o básico já ficam lindos. Basta usar a imaginação e a criatividade. No Google há muitas imagens inspiradoras para você mesmo decorar o quartinho dos bebês. (Aqui no site tem um álbum com algumas ideias super legais). Use e abuse dos recicláveis.

  7. Viajem e passeios – Realmente viajar custa caro, mas nada como planejar com antecedência. A viagem feita por você mesmo é muito mais barato que a comprada pelas agências de viagem, salvo se há promoções. Lógico que dá trabalho organizar, roteirizar e escolher as opções mais baratas e mais viáveis que atendam as necessidades de toda a família, mas com certeza valerá muito a pena na questão de economia. Aproveite os passeios gratuitos, um parque, por exemplo. Evite viajar para os lugares da moda, daqueles mais badalados, onde tudo é muito mais caro, principalmente com crianças. Se possível, viaje fora da alta temporada.

  8. Lista de compras - Antes de ir ao supermercado, anote o que está faltando na despensa. Assim, você não se perde entre as tentações das prateleiras dos supermercados. Planejar as compras semanalmente também evita exageros (comuns quando se fica um longo período sem ir às compras).

  9. Comida – Evite o desperdício da comida. Faça uma sopa com o feijão que sobrou, ou congele uma parte. Faça bolinhos de arroz com a carne assada que sobrou. Congele as polpas ou faça geleias e recheios para bolo com as frutas maduras ou que estão prestes a estragar. As grandes redes de supermercado possuem produtos de marca própria que são até 60% mais baratos do que os outros. Vale a pena conhecer, pois o fabricante, na maioria das vezes, é o mesmo dos produtos mais famosos e caros. Outra dica é comprar as frutas, verduras e legumes nas feiras (após o meio dia o valor cai mais ainda) e sacolões de bairro do que nos supermercados, além de ser mais baratos são mais fresquinhos.

  10. Cuidado com o cheque especial e empréstimo fácil - Utilize somente em casos de emergência. Se puder e evite. Prefira gastar o que tem, o seu limite (a nossa opção 2, já mencionada aqui). Você começa fazendo um empréstimo, passando um cheque... e quando se dá conta isso virou uma bola de neve deixando qualquer um desesperado. Aprenda a usar o cartão de crédito (com moderação também). Reúna todos os gastos em apenas uma fatura para facilitar a visualização das dívidas. Outra dica: evite parcelar muito as compras e nem pagar a parcela mínima. Agende sempre o pagamento para cinco dias após receber o salário - assim, se a sua remuneração atrasar alguns dias, você não pagará os juros altíssimos.

  11. Escola - Negocie a mensalidade da escola. Não se esqueça de pedir um desconto se os seus filhos estiverem matriculados na mesma escola, pois geralmente os irmãos têm descontos. Lembre-se de que, quanto maior o número de crianças, mais argumentos você tem para diminuir o valor da parcela. Conheça e reveja as opções de escolas públicas. Hoje temos muitas escolas bacanas e super bem administradas na rede pública. O importante é a criança estudar, ter um ensino de qualidade e boa estrutura numa escola, seja ela particular ou pública.

  12. Festas – Às vezes realmente fica difícil fugir das comemorações dos aniversários das crianças. Mesmo que seja só um bolinho, o importante é comemorar. Quanto mais pessoas convidar, mas gastos terá. Por isso é bom avaliar quais pessoas realmente precisam ser convidadas. Abrir mão de fazer festa em buffet e fazer a festa em casa somente com os avós e padrinhos pode ser uma boa pedida se você não pode e não quer gastar muito no começo. Não precisa gastar muito para fazer uma festa. O simples, feito com carinho fica muito bonito. Está sem dinheiro para revelar as fotos do aniversário? Grave tudo em um CD e, assim que o orçamento respirar, você pode revelar e montar um lindo álbum. A decoração pode ser comprada em grupos do facebook de desapegos de pós-festas. Ou você mesmo pode fazer algo simples, reciclado, e muito lindo. No álbum de fotos temos algumas dicas de como organizar a festa de seus filhos. Confira lá depois.

  13. Plano de saúde – Se tem na empresa que trabalham, melhor ainda. Se não tem você pode fazer cotações com diversos planos de saúde e ver o que melhor atende você e sua família. Se o valor pesou muito no momento, você pode priorizar o convênio para seus filhos e fazer o seu e o de esposo em um mais simples.

  14. Material escolar – Quando chega perto das voltas às aulas tudo dobra ou triplica de preço. Por isso reveja os itens mais pedidos na lista de materiais e compre antes, fora de época de retorno às aulas. Os itens da moda, tipo aquele personagem favorito, são geralmente os que mais pesam no bolso.

Espero que tenham gostado das minhas dicas e sugestões para economizar com as crianças.

Mas lembre-se que tudo depende das possibilidades e exigências de cada família. Também é preciso levar em conta as condições em conhecer a qualidade e o preço de itens importantes.

*Por Tati Souza

Tópico: Economizando com Gêmeos e Múltiplos

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!