Gêmeos e múltiplos na escola: juntos ou separados?

Este é um assunto que deixa muitos papais em dúvida. Por isso resolvi escrever sobre isso. Quando fui à primeira reunião dos meus filhos na escola foi um baque saber que cada um ficaria em uma sala. Sai da escola com os sentimentos confusos. Aquela notícia me pegou de surpresa e me deixou cheia de medos, dúvidas. Mas depois lendo um pouco mais sobre o assunto percebi que isso não é um bicho de sete cabeças. Não é porque nasceram juntos que devem estar o tempo todo juntos. Difícil para muitos de nós aceitarmos isso. Principalmente porque eles sempre estão ali unidos, juntinhos, se interagindo e aprendendo juntos.
Por que separar? Muitos podem achar desnecessário esta separação n o ínicio de vida escolar, e apesar das inúmeras discussões a respeito desse tema, existem alguns pontos que devem ser analisados e avaliados diante dessa situação. Algumas escola irão optar por separar. E acredite, depois do relato de muitas mães, percebi que isso é pode ser muito mais benéfico do que podemos imagina.

O que ajuda ou não se ficarem separados:
• Na independência e individualidade de cada um
• Melhoria desenvolvimento individual
• Possibilidades de contatos sociais
• Criação de seus próprios laços de amizade
• Troca e experiências com outras crianças sem ser o irmão gêmeo
• Cada um terá o seu amigo, professor, sala
• Insegurança, podem se sentir sozinhos e com medo sem a presença do irmão.
• Quando chegam em casa um ensina para o outro o que aprendeu
• Mudança emocional, isso porque no começo alguns sofrem com a separação.

O que pode ou não atrapalhar se ficarem juntos:
• Ser chamados de "os gêmeos", e não pelos nomes.
• Cada um não terá a sua professora ou o seu amiguinho para chamar de “meu”
• Medo de fazer novas amizades
• Poderão se isolar entre eles
• Um gêmeo passivo e dominante sobre o outro
• Concorrência entre eles
• Um pode ajudar o outro
• Segurança
• Ficarão mais unidos

IMPORTANTE: Mesmo que os gêmeos ou múltiplos fiquem juntos na sala, o próprio professor deve estimular a fazerem atividades diferentes, além de ficarem em grupos diferentes. 
 
Muitas mães de gêmeos separaram e falaram que foi a melhor coisa que fizeram. Já outras não viram motivos para separar, e disseram que a separação não interferiu em nada. Com certeza que cada pai e cada mãe saberão o que será melhor para os seus filhos. Mas caso este assunto seja algo que irá atrapalar, incomodar ou trazer algum problema e transtorno para as crianças e à família seria legal conversar com as crianças, com a escola, ou com algum profissional.

➪Links legais que falam sobre este assunto. Vale a pena ler!
*Por Tati Souza
jul.2015

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!